Cinema – ” A Garota Ideal “

Por Lucas Marques

Nota:****(4 de 4)

A estréia na direção do premiado diretor de comerciais e propagandas televisivas, Craig Gillespie, se revela um trabalho sensível ao retratar o papel da solidão e introspecção de um ser humano e seu respectivo(e peculiar) modo de se relacionar com o mundo a sua volta.

“A Garota Ideal” narra a história do tímido e introspecto Lars Lindstrom(Ryan Gosling), um homem de 27 anos que mora sozinho na garagem da casa na qual residem seu irmão,Gus(Paul Schneider) e sua esposa, Karin(Emily Mortimer). Lars acaba se transformando em alguém mais extrovertido e comunicativo, no momento em que se apaixona por Bianca, uma boneca feita de silicone comprada pelo mesmo. Essa atitude provoca uma série de reações e emoções em Gus, Karin, e, consequentemente, em todos os moradores da pequena cidade, que agora, a conselho da Dra.Dagmar(Patricia Clarkson), passam a participar da aparente desilusão de Lars tratando Bianca como um ser humano normal e real.

Essa sinopse, se não fosse tratada com a devida atenção e cuidado por seus idealizadores, adotaria uma abordagem cômica e descompromissada – mas ao que parece, a roteirista Nancy Oliver fez sua lição de casa e constatou que essa sinopse ‘fictícia é na verdade a realidade de diversos ‘Lars da vida real; e aqui, não estabelece um julgamento ou conclusão à essa exótica atitude, mas tenta, de certa forma, compreender e se condolescer com o caso, desenvolvendo seu roteiro de forma veraz, sem adotar um maniqueísmo cômico e dramático.

E grande parte da empatia que criamos para com a personagem de Lars, se deve a ótima atuação de Gosling; expressando a introspecção dessa através de um olhar inquieto(com constantes piscadas nas pálpebras), incapaz de atentar-se muito tempo aos olhos de alguém que se refira a ele, além de adotar um tom sempre baixo e sereno à sua voz – e percebam como estas características são mudadas no momento em que a relação com Bianca e exercida. Já Mortimer, realiza um trabalho extremamente expressivo à sua personagem; a personagem de Gus, adquire uma profundidade interessantíssima ao decorrer do longa(que pode não ser devidamente notada por muitos), pois este acaba criando um sentimento de culpa e remórcio para com seu papel de irmão  – questionamentos que enriquecem ainda mais a personagem, bem interpretada por Schneider. Completando o elenco, temos a ótima atuação da veterana Patricia Clarkson, que exerce um papel importante ao dissecar o interior de Lars e, curiosamente, o seu próprio.

O roteiro ainda contém momentos realmente hilários, como na cena em que Lars apresenta Bianca à Karin e Gus – note o cuidade do texto de Oliver ao preparar o impacto cômico desta cena, criando, através do ótimo diálogo de Lars, a construção de uma imagem totalmente diferente na mente do espectador(e das personagens) da que se segue posteriormente. A ausência da trilha sonora(leia-se: bela trilha de David Torn) nessa cena, e em diversas outras de forte apelo emocional no longa, descarta(felizmente) a manipulação de emoções no público – a emoção se dá pelo contexto da cena em si, e não por artifícios maniqueístas.

Além de trazer interessantes questionamentos, como a adaptação humana à uma determinada situação, e que papel o convívio social e o relacionamento representam na vida de um ser humano, Gillespie adotada uma direção contida e sem muitos rebuscamentos, ato que contextuamente no longa, se revela conveniente e necessário.

Indicado ao Oscar 2008 de roteiro original, “A Garota Ideal” acerta ao desenvolver suas personagens(criando, assim uma grande empatia ao público), e não tentar ser moralista ou persuador de opiniões e emoções. O longa emociona e diverte simplesmente por ser real e sincero – e por seu título original, é possível perceber que esse foi o foco de seus idealizadores, Lars and the REAL Girl.

Anúncios

~ por habibsarquis em 08/05/2009.

8 Respostas to “Cinema – ” A Garota Ideal “”

  1. não vi o filme mas a sua critica está muito bem escrita.

    http://sasdelli.blogspot.com/

  2. minha nossa! Acho que já ouvi uma histótia parecida antes! Bem diferente, uma boa dica pra assistir um filme, tô mprecisando. Parabéns, novato! 😀

  3. Parece bom o filme, vou procurar

  4. Obrigado pelo comentário…
    adorei o seu também…
    e o filme. bom hem.

  5. Uma boa indicação!!

  6. mto legal a ideia do filme vou tentar assistir para poder comentar mais abraço

    seu parceiro visitou meu blog atualizei as placas vai la ver muito da hora

    carlos mendes

  7. Culinária dinâmica, mulheres pra comer.

  8. Interessante, adorei o seu comentário sobre a visão do filme e da roteirista.Muito bom, além da dica, uma opinião formada sobre o personagem e idealizadores.

    Beijinhos de Rozangela
    Se quiser retribuir a visita, fique à vontade…
    Fazemos cinema amador
    Visite nosso blog
    http://www.cgfilmpictures.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: